POR QUE RONALDO FENÔMENO COMPROU O REAL VALLADOLID?

O QUE O CLUBE ESPANHOL DA CIDADE DE VALLADOLID TEM DE PROMISSOR A PONTO DE ATRAIR UM ÍCONE DO MUNDO ESPORTIVO E DOS NEGÓCIOS COMO RONALDO NAZÁRIO?


No início do mês de setembro de 2018, o Real Valladolid anunciou que Ronaldo, pelo preço de 30 milhões de euros, adquiriu 51% das ações do clube, tornando-se o acionista majoritário.


Tal atitude acabou por surpreender alguns, apesar de não ser segredo para aqueles que acompanham o mundo do futebol visto que o lado empresarial do ex-atleta sempre esteve presente durante sua carreira. Mesmo assim, a pergunta acaba sendo inevitável: O que um clube recém promovido à primeira divisão espanhola (na temporada 2018-19) e não muito conhecido por grande parte do público pode oferecer ao fenômeno?


Clube histórico na Espanha


Apesar de não ser muito conhecido pelo público estrangeiro, o Real Valladolid é um clube histórico e tradicional. Fundado em 1928, o clube detém a décima terceira melhor campanha em pontos conquistados de todos os tempos da primeira divisão espanhola.


Pode não parecer muito, mas é um retrospecto superior ao de Villarreal, Osasuna, Getafe, Las Palmas, Alavés e Sporting Gijón.


Além disso o Real Valladolid disputou 41 vezes a primeira divisão, venceu uma Copa da Liga Espanhola em 1983-84 e teve jogadores famosos como o colombiano Carlos Valderrama no início da década de 90, Diego Costa (emprestado pelo Atlético de Madrid), Cuca, Rodrigo Fabri (emprestado pelo Real Madrid) e diversos outros brasileiros.


Estádio José Zorrilla


O estádio em que o clube atua também pode ser um fator positivo, pois é relativamente novo e com uma boa capacidade.


Inaugurado em 1982 para ser uma das sedes da Copa do Mundo daquele ano, José Zorrilla comporta, aproximadamente, 26.512 torcedores, sendo assim o décimo primeiro maior estádio da primeira divisão espanhola da temporada 2018-19.


Além disso, o clube já tem planos para reformas e melhorias no estádio e também demonstra interesse em o adquirir da prefeitura.


Localização


A cidade de Valladolid está a 150 km de distância da capital Madri e isso pode ser vantajoso para equipe. Logo após a aquisição de Ronaldo, o clube abriu um escritório no centro da capital espanhola, cidade onde o fenômeno passou boa parte de sua vida e tem um carinho especial.


Essa proximidade e a relação de Ronaldo com a capital do país (e principalmente com o Real Madrid) podem facilitar o clube a obter sucesso em negociações de empréstimos de jogadores dos clubes grandes da capital como o Atlético de Madri e até mesmo o Real Madrid.


Os rivais da capital espanhola, tradicionalmente, acabam emprestando suas jovens promessas para clubes localizados próximos a Madri como Getafe, Rayo Vallecano e o próprio Real Valladolid.


Potencial futuro e desafio pessoal


Após se classificar para a primeira divisão nacional, o clube já vem mostrando potencial para o futuro. O Estádio José Zorrilla contou com uma ocupação média de 80% na temporada 2018-19, isso equivale a mais do que o dobro de duas temporadas anteriores. Para a temporada 2019-20 o clube conseguiu vender mais de 20 mil carnês válidos por toda a temporada, marcando um novo recorde de vendas na história do clube.


Outro fator que não pode ser deixado de lado é a ambição do ex-atleta, mesmo antes de encerrar a carreira, Ronaldo sempre esteve presente no mundo empresarial, dos negócios e até mesmo fazendo campanha para políticos.


Quando questionado sobre o quão presente e participativo seria para/com o clube, ele retrucou: “Você acha que vou comprar um clube e tirar férias no dia seguinte?”.


Mesmo escapando do rebaixamento nas rodadas finais da temporada 2018-19 e com dificuldades para negociar a aquisição do José Zorrilla da prefeitura, o otimismo paira sobre o clube em relação a “Era Ronaldo Fenômeno”.


Apenas nos resta aguardar para ver qual será o futuro do clube e de seu atual dono.


33 visualizações